X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

PUBLICIDADE

Diário do Forró

Notícias

Em busca de qualidade de vida, ex-cantor do Mastruz com Leite vira motorista da Uber

Rainer Rylker foi cantor da banda durante 10 anos. A rotina cansativa fez com que ele buscasse mudança na vida.

Em busca de qualidade de vida, ex-cantor do Mastruz com Leite vira motorista da Uber
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Fonte: Tribuna do Ceará (Por: Lyvia Rocha)

Foram mais de 10 anos em cima dos palcos em uma das bandas de forró mais conhecidas do Brasil: Mastruz com Leite. Mas aquela rotina de cerca de 20 shows mensais, apesar de satisfatória financeiramente, também tinha seu ônus. A saudade da família era uma delas.

Pensando nisso, e querendo uma vida mais próxima dos seus, Rainer Rylker decidiu no início deste ano deixar a banda Mastruz com Leite e virar um motorista da Uber.

A iniciativa de entrar no Uber uniu a vida mais tranquila que ele desejava e também a ajuda na parte financeira. “A razão de ter saído da banda foi pessoal. Um desgaste e cansaço com aquela rotina. Muitas viagens, e a longo prazo você acaba cansando”, explicou o cantor.

Nascido em Independência, interior do Ceará, Rainer canta desde os 17 anos. “Sempre cantei no interior, a gente fazia serestas, tinha que cantar de tudo, pop rock, forró”, diz.

E foi justo o forró que deu grande notoriedade a ele. A banda Catuaba com Amendoim foi a primeira banda que ele teve passagem. Depois de outras bandas, ele chegou à banda Mastruz com Leite, e com elas fez sucesso.

Porém, apesar de tudo isso, ele decidiu dar um basta. Hoje, canta, mas divide com a vida de motorista. “Eu saí da banda e fiquei em casa, mas pensei o que poderia fazer para também ajudar no complemento financeiro. Pesquisei sobre a Uber e deu certo. Em menos de duas semanas já estava na empresa”, relembra o cantor, que se cadastrou no aplicativo em fevereiro deste ano.

O reconhecimento

Com muitas corridas no currículo, Rainer diz que a surpresa das pessoas é grande quando entram no carro. “Alguns olham, não falam nada no início, mas logo depois perguntam. ‘Você era cantor? Ainda está na banda?’ Aí vou respondendo e explicando as mudanças na minha carreira de cantor e agora de motorista”, brinca.

Mas quem pensa que a carreira de Rainer na música morreu, engana-se. Ele está utilizando o Uber para divulgar e disseminar mais ainda a sua carreira. Ele segue fazendo shows em barzinhos, shows particulares e utiliza a profissão para conhecer mais pessoas e falar da sua diversidade musical.

Por ser comunicativo, ele já conseguiu até marcar shows durante uma corrida realizada. “É uma forma muito boa de conhecer pessoas de várias classes, de lugares totalmente diferentes da cidade. Conversando eu já tenho até casos de fechar contratos para apresentações”, relata.

Mesmo trabalhando como Uber, ele deixa claro que a prioridade ainda é a música. Por isso, ele trabalha como motorista apenas três dias por semana. Nos outros dias, aproveita mais a esposa e a filha, além de realizar shows. Hoje, ele voltou às origens e canta vários estilos de música.

Na Uber também é difícil se desvincular da música, pois os próprios passageiros pedem aquela “palhinha”. “Não é tão comum, mas já tiveram passageiros que pediram para cantar alguma música, me pedem CD de divulgação, e isso para mim é uma grande privilégio”, conta.

Ainda este ano Rainer lançará um CD promocional para divulgar. Os clientes que conseguirem uma corrida com o cantor receberão em primeira mão a nova empreitada do cantor/motorista.

(FOTO: Adriano Paiva/Tribuna do Ceará)

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu Comentário

notícias relacionadas